fernahh.

Eu fui no BrazilJS 2013

A terceira edição do BrazilJS Conf aconteceu nos dias 22 e 23 de agosto, em Porto Alegre. Felizmente tive a oportunidade de participar. O evento é organizado pelo @felipenmoura e @jaydson, que mais uma vez se puxaram e conseguiram superar o nível da edição anterior.

Infelizmente a foto minha e do @rodrigowillrich com o Douglas Crockford ficou horrível. Encontramos um hater de Android que ficou babando ovo do Steve Jobs e não conseguia tirar a foto. Nem pedimos outra.

Crockford e Mosh Creative

Primeiro dia

Iniciando os trabalhos, @bitbonsai apresentou a solução de build baseada em Node.JS utilizada por sua equipe. - Slides

Depois disso @angustweets e @marcelduran apresentaram suas talks, ambas foram demais!

Angus falou sobre o Twitter Flight e o uso de mixins em JavaScript. Já Marcel Duran fez sua talk sobre performance de um ponto de vista diferente, justificando que o assunto deve ser levado como prioridade em qualquer projeto.

Um dos pontos mais interessantes pro evento foi na palestra do @renatomangini, quando @addyosmani apareceu ao vivo em um hangout para anunciar o Yeoman 1.0, assunto da talk.

Usando o Node no Heroku como caso de uso, @zeke apresentou técnicas e ferramentas que ele utiliza pra manter o projetos open source.

A talk com o assunto mais inovador com certeza foi do @zenorocha, que abordou Web Compoments, que eu particularmente não conhecia. Ainda de quebra ele lançou seu novo projeto, que é uma espécie de “repositório” de Custom Elements.

Fechando o primeiro dia o Firefox OS assumiu o assunto das duas últimas palestras, de @robertnyman e @angelinamagnum.

Robert deixou claro em sua talk que o SO da Mozilla tem como objetivo disciminar o acesso à internet através de dispositivos móveis de baixo custo, logo, não deixou brechas para comparações com outros sistemas, como iOS e Android. Como um complemento, Angelina mostrou como criar um app pra o Firefox OS, encerrando o primeiro dia de evento.

Segundo dia

No segundo dia quem começou foi @demianborba, falando sobre performance de apps feitos com HTML5.

O palestrante que mais me surpreendeu foi @joshholmes. Pelo fato dele trabalhar na Microsoft, eu imaginava que iria subir de terno e fazer uma palestra super formal. But no. Além de ir ao palco de calção e sandalhas, Josh fez uma das palestras mais divertidas, mostrando features no novo Internet Explorer.

Um das palestras que mais esperei foi a do @alganet, que falou sobre a “fusão” e cuidado que temos que ter com o uso de diferentes APIs.

O palestrante gaúcho, @jcemer fez uma das palestras com assuntos mais interessantes e “pops” do evento.

Depois dessa os gringos tomaram de vez o palco do BrazilJS.

@thibault_imbert falou sobre os amados Web Workers e também, como Josh Holmes, fez uma das palestras mais divertidas do evento.

Boa parte das dúvidas que eu tinha em relação a Node.js, à respeito de pontos bons e ruins foram explicados na talk do @caridy.

A penúltima palestra e uma das mais aguardadas era do @stoyanstefanov, que falou sobre a biblioteca do Facebook, React.

E por fim, a mais aguarda (ao menos por mim), “Programming Style and Your Brain” pelo Crockford. Achei fantástica. Porém, como se era esperado, foi a mais polêmica e que dividiu opiniões da galera.

É isso. Caso você curta desenvolvimento web, não deixe de ir ano que vem. É um puta networking e chance de conversar com uma galera muito foda.

Que venha 2014!